• Facebook: 100001923382305
  • Twitter: ifsccanoinhas

fale conosco

ouvidoria

ifsc alunos

acesso informacao

moodle

Home Notícias Câmpus Canoinhas celebra formatura do programa Mulheres Sim
Câmpus Canoinhas celebra formatura do programa Mulheres Sim PDF Imprimir E-mail
Qua, 06 de Dezembro de 2017 18:30

A tarde desta quarta-feira (6) foi de festa no Câmpus Canoinhas, que celebrou o encerramento de mais uma turma do programa Mulheres Sim. Música de entrada, discursos, fotografias, entrega de certificados e coquetel tornaram a data ainda mais especial para mulheres que receberam um diploma pela primeira vez na vida e que aprenderam que este não precisa ser o único.

 

Maria Rosilda de Lima, a Rose, é uma destas 25 mulheres que, durante quatro meses, frequentaram as aulas do programa duas vezes por semana, em busca de conhecimento, superação e expectativas para o futuro. “Realizei um sonho antigo de me formar, de ter um diploma. Hoje me sinto uma mulher realizada”, enfatiza.

 

Durante o curso, as alunas dividiram a rotina de trabalho e cuidados com a família com as aulas de ética e cidadania, saúde da mulher e da família, informática, conhecimento histórico-cultural, vivência matemática, desenvolvimento social e sustentável, linguagens e geração de renda. “Dava graças pelo dia e hora de vir para o curso”, declara Rose, que se orgulha de não ter faltado nenhum dia.

 

“Sou uma mulher guerreira mesmo”, completa a aluna, que espera continuar estudando e ser exemplo para os três filhos, que têm entre oito e 25 anos. “Acredito que meus filhos têm muito orgulho de mim. Na vida que eu levava antes jamais imaginava chegar onde cheguei. Quando a gente quer de verdade, tem que ir em frente.”

 

Geneci Fernandes de Oliveira também tem um motivo a mais de orgulho: a filha Júlia, que nasceu durante o curso, no dia 11 de setembro. Geneci fez questão de retornar às aulas o mais cedo possível para não perder nada e voltou três semanas após o parto e com a filha no colo.

 

Quando se inscreveu no curso, ela estava em busca de novas amizades, porque se sentia sozinha, pois tinha poucos parentes e amigos por perto. Além das novas amigas, Geneci garante que ganhou muito mais. “Aprendi muito sobre convivência, igualdade e respeito”, destaca. São estes ensinamentos que ela quer passar para a filha. “Quero que ela tenha as oportunidades que eu não tive. Quero que ela tenha estudo e uma profissão”, declara Geneci.

 

“Vejo aqui guerreiras maravilhosas e me enche de orgulho por estarmos todas aqui”, comemora a coordenadora do Mulheres Sim no Câmpus Canoinhas, Jeniffer Caroline da Silva, que sabe do esforço que cada uma fez para participar das aulas todas as semanas. “Espero que a caminhada seja repleta de coisas boas e que vocês tenham a força necessária para seguir lutando todos os dias”, enfatiza.

 

A representante do programa Mulheres Sim do IFSC, Karla Ferreira Knierim, elogia a coragem das alunas em sair da zona de conforto e buscar alternativas para se reinventar. “Espero que vocês continuem estudando e sejam semente de transformação no bairro onde vivem”, destaca.

 

A diretora do Câmpus Canoinhas, Maria Bertília Oss Giacomelli, também faz questão de incentivar as alunas a continuarem estudando. Durante a cerimônia de formatura, ela reforçou o convite para que elas se inscrevam no curso de Agroecologia pelo Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja). “Esta oportunidade é para vocês. Continuem estudando”, declarou a diretora, lembrando que o curso é voltado para pessoas com mais de 18 anos que não concluíram o ensino médio e até para quem ainda não completou o ensino fundamental.

 

Esta é a quarta edição do Programa Mulheres Sim no Câmpus Canoinhas, que possibilitou a oferta do projeto “O meu lugar é cercado de luta e suor: Mulheres Sim, entrelaçando sentidos” a moradoras dos conjuntos habitacionais Nossa Senhora Aparecida I e II, contempladas pelo Programa Minha Casa Minha Vida, no Bairro Piedade.

 

O programa foi desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Canoinhas, secretarias municipais de Assistência Social e de Educação, Movimento de Economia Solidária de Santa Catarina e Fórum de Economia Solidária do Planalto Norte.

 

Por Liane Dani | Jornalista IFSC

 
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.